Buscar

O que são Cidades Inteligentes ou Smart Cities?

Com empreendimentos cada vez mais inovadores e o avanço da tecnologia, a sociedade vem se apropriando de diversos benefícios. É neste cenário que são conceituadas as Cidades Inteligentes ou também conhecidas como Smart Cities. Com concepções e metodologias para a aplicação de práticas sustentáveis e suporte à gestão pública, as Smart Cities promovem muitas vantagens, principalmente com a redução de custos e a inserção de tecnologia no dia a dia.


Aproveite esta leitura e conheça outras vantagens e as principais características deste conceito.



Primeiramente, o que é preciso para ser uma Cidade Inteligente?

As Cidades Inteligentes ou também denominadas Smart Cities, do inglês, são estruturas que conectam avanços sociais, ambientais e tecnológicos a fim de garantir melhor qualidade de vida aos cidadãos, além de facilitar a gestão pública.


Para ser devidamente conceituada neste modelo, os gestores públicos devem investir estrategicamente em infraestrutura, serviços, informação e comunicação com uso de práticas sustentáveis e tecnologias digitais e disruptivas, assegurando que as necessidades sociais e econômicas da sociedade sejam atendidas.


Desta forma, a gestão dos serviços públicos conecta-se com toda a comunidade, que usufrui de serviços de qualidade, além de contribuir com as práticas necessárias para a preservação ambiental e bem-estar social, como uso de energia limpa e água reaproveitada, coleta e tratamento de resíduos e deslocamento acessível.


Cidades Inteligentes na prática: características essenciais

Além das práticas sustentáveis, considera-se fundamental investimentos em serviços como, por exemplo, iluminação pública e mobilidade. A seguir, iremos discorrer sobre algumas delas.


Iluminação Pública automatizada

A modernização da iluminação pública por meio da automatização oferece ao cidadão maior segurança e facilidade na gestão dos serviços de manutenção. Para o adequado funcionamento, integra-se os sistemas de manutenção e monitoramento, permitindo visualizar as demandas como um todo.


Mobilidade mais eficiente

Com tecnologia avançada, sistemas de controle do transporte público são gerenciados de maneira facilitada, permitindo identificar os equipamentos e estruturar a mobilidade pública. Por meio da coleta de dados, é possível monitorar indicadores de tráfego, como, por exemplo, a quantidade de passageiros dos meios de transporte público e o fluxo de carros nas vias públicas.


A cidade de Curitiba, no Paraná, já se destaca pelas suas práticas inovadoras e sustentáveis e possui atualmente um sistema de transporte coletivo modelo, incluindo frota de ônibus híbridos, movidos a eletricidade e biocombustíveis, resultando na redução considerável da emissão atmosférica de CO2.


Além disso, itinerários, horários e localizações dos ônibus em tempo real são consultados por meio do aplicativo Curitiba 156, facilitando o dia a dia e melhorando a qualidade de vida dos cidadãos do município.


Programas e práticas sustentáveis

Uma das práticas mais comuns é o descarte, tratamento e reaproveitamento de resíduos, com a reciclagem dos materiais descartados ou o encaminhamento adequado para as estações de tratamento referenciadas. Em Curitiba, a coleta de entulhos, manutenções em ruas e calçadas e outros serviços são solicitados também por meio do aplicativo Curitiba 156.


Curitiba também usufrui da tecnologia para atendimento clínico e odontológico nas unidades básicas de saúde. Por meio do aplicativo Saúde Já, os cidadãos fazem agendamentos de maneira rápida e fácil.


Outra cidade brasileira também tem se destacado pelos seus programas inovadores. Croatá, no estado do Ceará, foca em planejamento urbano desde sua origem com foco na sustentabilidade e inclusão social. Dentre as suas ações, estão os sistemas de reaproveitamento da água pluvial e de fiação elétrica subterrânea, além do seu programa habitacional para pessoas de baixa renda.


Eleita a cidade mais inteligente: São Paulo

Para finalizar, destacamos São Paulo, recentemente eleita a cidade mais inteligente em 2020. Com a mobilidade e acessibilidade como os principais aspectos responsáveis por esta classificação, a capital paulista se ressalta pelas variedades de locomoção, a expansão das linhas de metrô e o planejamento para construção de novos ramais nos próximos anos, além de quilômetros de ciclovias já construídas.


Inovação e tecnologia também contribuem para que a cidade se mantenha no patamar mais alto, com o estabelecimento de parques tecnológicos e incubadoras, que colaboram no surgimento de empregos formais. Além disso, o município contabiliza pontos de acesso à internet, de conexão de banda larga com ótima velocidade.


Vantagens de ter cidades mais inteligentes

As cidades inteligentes promovem incontáveis benefícios, a curto e longo prazo, para a sua população por meio de práticas inovadoras e sustentáveis, como a automatização e integração de sistemas de controle e a disponibilização de Wi-Fi público, por exemplo. São estes:

  • Modernização do transporte público, com veículos mais eficientes e menos poluentes;

  • Agilidade nos serviços de emergência, devido ao curto tempo de resposta;

  • Eficiência no uso de recursos naturais, com práticas de reaproveitamento;

  • Meios de comunicação e informação mais acessíveis;

Mais municípios têm buscado o conceito de Cidades Inteligentes e esta transformação planejada tem ganhado força mundo afora. Há muito o que fazer! E a Co.Urban pode ajudar o seu município ou seu negócio a trazer inovação para o seu cliente. Converse com a gente e entenda como. Vamos juntos! #somoscourban


2 visualizações0 comentário